Como a Casa da Moeda dificulta o acesso ao DRE

drept-02

Ver adenda no final deste post!

No dia 24 de Março o Diário da República Electrónico colocou mais um entrave ao acesso dos cidadãos aos documentos publicados em DR. Eu mantenho uma cópia do DRE num site próprio que tenta colmatar as deficiências do site original que vê agora o seu trabalho bastante dificultado.

Vou tentar mostrar neste post de que forma da Casa da Moeda não só não cumpre o desígnio da lei – acesso universal e gratuito às leis do país – como tudo faz para dificultar esse acesso.

Continuar a ler

Parcerias Público-Privadas revelaram um “Estado fraco”

O artigo do Público não constitui nenhuma novidade. O que mais impressão me deixou foi este ter aparecido no Público às 7:39 e, às 9:30, já não constar da primeira página do jornal (na Internet).

Edição: O artigo voltou a aparecer com algum destaque no site do público. Ainda bem!

  • Data: 2014-01-27 07:39
  • Fonte: Público
  • Autor: Sofia Rodrigues
Deputado relator da comissão de inquérito às PPP escreveu um livro sobre estes contratos que mostram “o porquê” do resgate. As Parcerias Público-Privadas rodoviárias foram feitas por “pressão política” e foram um “instrumento de propaganda de diversos Governos” que revelam um “Estado fraco”, escreve Sérgio Azevedo, deputado do PSD e relator da comissão de inquérito sobre a matéria. As fortes críticas à utilização das PPP em Portugal nos últimos anos constam de um livro que é apresentado na próxima quarta-feira, em Lisboa.

Leia no link seguinte o artigo completo: Parcerias Público-Privadas revelaram um “Estado fraco” Cache