Mais notas sobre o natal dos partidos

Porco feliz depois de um trabalho bem feito

Em jeito de continuação do post: “O Natal dos partidos“.

O projecto de lei 708/XIII, cozinhado à socapa, subscrito por gente de todos os partidos (com a ausência do PAN e a ausência inconsequente e quase de certeza interesseira do CDS), foi aprovado em vésperas de Natal, é uma demonstração da competência e eficiência dos nossos eleitos!

Esta unanimidade não é inédita. Em 2015 os partidos também se uniram pelo direito a usar as subvenções do parlamento em actividades políticas.

Como se vê os pactos de regime não são impossíveis em Portugal.

Continuar a ler

Relações Portugal/Angola

As relações entre países regem-se por interesses e influências. As nobres ideias como democracia, igualdade e a simples decência são apenas usadas quando é necessário carregar em certos botões da opinião pública. O dinheiro é o arbitro final e não admite protestos.

Tendo em conta o anterior entende-se o estado das relações Portugal/Angola.

Continuar a ler