Preso aos 21

Levado para uma prisão no estrangeiro, nunca acusado, submetido a toda a sorte de maus tratos, nunca libertado. Adnan Farhan Abdul Latif morre após 11 anos de cativeiro em Guantanamo (Em inglês).

Anúncios