Hoje dá na net: D.O.A.

D.O.A. mais um clássico do film-noir. Frank Bigelow foi envenenado e sabe que tem poucos dias para viver. Tenta descobrir quem o matou e porquê. Página no IMDB. Em inglês, sem legendas.

Anúncios

Desorientação completa – 600 mil milhões para Itália

O “La Stampa” anuncia hoje que o FMI está a preparar um resgate de 600 mil milhões de euros para a Itália (também saiu uma nota no Público).


Actualização: O FMI já veio desmentir a notícia do La Stampa.

Continuar a ler

Hoje dá na net: A Crude Awakening The Oil Crash

A Crude Awakening: The Oil Crash, documentário sobre o pico de produção do petróleo. O petróleo é o sangue da economia, mais importante que isso, toda a nossa civilização é sustentada na energia que extraímos do petróleo com um custo absurdamente baixo, se compararmos com o trabalho que este proporciona. Nesta época de múltiplas crises, com efeitos compostos, a crise energética tem sido esquecida. Mas o problema não está resolvido, está apenas latente, à espera. Página do IMDB. Documentário legendado em português, veja como activar as legendas a seguir ao corte.

 
Continuar a ler

Uma decisão que é uma bomba, mas também inevitável

A decisão do Tribunal de Justiça da União Europeia de considerar ilegal a vigilância indiscriminada do tráfego na Internet, com o objectivo de detectar os chamados downloads ilegais, não faz sentido apenas na defesa dos direitos de todos nós, também não faz sentido do ponto de vista económico.

É óbvio que não prescindo do direito à privacidade em favor dos direitos de cópia (que já se prologam por períodos de tempo patológicos), simplesmente, estes direitos não estão no mesmo nível. No comunicado de imprensa do tribunal (PDF), pode-se ler:

É verdade que a protecção do direito de propriedade intelectual está consagrada na Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia. Esclarecido isto, não decorre de forma alguma da Carta, nem da jurisprudência do Tribunal de Justiça, que esse direito seja intangível e que a sua protecção deva, portanto, ser assegurada de forma absoluta.

Continuar a ler

Vencimentos dos Políticos

Neste dia de luta dos trabalhadores portugueses, parece-me apropriado publicitar os vencimentos dos detentores de cargos políticos. Tendo em conta os valores auto atribuídos penso que teríamos muito por onde aplicar medidas de austeridade.

No tretas.org pode ler um artigo detalhado e a respectiva legislação que lhe dá suporte sobre os vencimentos auferidos pela nossa classe política, desde o Presidente da República, até ao Presidente da Junta.

A imagem foi feita utilizando os icons monocromáticos do projecto KDE/Trinity disponíveis sob licença GPL v.2.

Reddit

O Reddit é um site que permite aos utilizadores colaborarem entre si com o objectivo de partilhar conteúdos disponíveis na Internet. Este site tem um aspecto profundamente democrático que consiste na possibilidade dos utilizadores votarem nos conteúdos, determinando-se desta forma quais as notícias, vídeos ou o que seja, que apareça na primeira página.

É certo, a ideia não é original, muitos outros sites exibiram similar comportamento antes do Reddit. No entanto, foi este o site que, a meu ver, conseguiu aperfeiçoar o sistema de forma a que este funcione sem serem visíveis grandes enviesamentos na ocupação dos lugares cimeiros. Ao contrário doutros sites similares, o Reddit nunca caiu na tentação de tirar o máximo de lucros possíveis do site, pelo contrário, tomou uma atitude muito cuidadosa na introdução de publicidade e de outras fontes de rendimento, certificando-se a cada passo se não feria a susceptibilidade dos utilizadores. Na minha opinião foi este um dos principais motivos que permitiram ao Reddit aumentar o número de visualizações até aos 1800 milhões no mês de Outubro deste ano, o que corresponde a cerca de 28 milhões de visitantes distintos no mês.

 
Continuar a ler

Hoje dá na net: Double Indemnity

Double Indemnity: Um vendedor de seguros deixa-se envolver num esquema de fraude e assassínio. Clássico filme noir, classificado em 54º lugar no top 250 do IMDB. Fantástico trabalho de Billy Wilder (realizador), Fred MacMurray, Barbara Stanwyck e Edward G. Robinson. Página no IMDB. (Em inglês, sem legendas.)