Mafiosos

Dois dos condenados pelo Banco de Portugal por prestação de informação falsa e falsificação de contas no caso BPN, contratados como directores para um fundo do Estado.

Anúncios