Manual para Aranhas Truman Portugueses

Tor Project As notícias do passado dia 20, sobre as façanhas do Spider Truman, italiano que decidiu revelar as despesas obscenas dos políticos italianos assim como outras indiscrições (no blog I segreti della casta di Montecitorio), levou-me a pensar no imediato em como seria bom termos portugueses a fazer o mesmo.

O principal problema dos Aranhas em potência é o perigo, bem real, de serem apanhados. Não há métodos 100% seguros, mas podemos descrever formas que, se forem seguidas com cuidado, são muito seguras e, para todos os efeitos, garantem o anonimato do utilizador.

É claro que, não há tecnologia que valha se a pessoa que está a passar a informação falar demais ou se der demasiados pormenores pessoais que a permitam identificar. Este é um problema que ultrapassa a tecnologia e entra no reino do bom senso.

Neste artigo vou mostrar como utilizar a rede Tor. A rede Tor garante o anonimato de quem a utiliza. Para o efeito utiliza várias técnicas que tornam impossível identificar os respectivos utilizadores.


A forma mais fácil de aceder à rede Tor e também a recomendada, consiste em fazer o download do chamado Tor Browser Bundle que não é mais do que um pacote de software com tudo o necessário para navegar anonimamente.

Este pacote não exige instalação, pondo à disposição do utilizador um executável que lhe dará acesso, entre outras coisas, a um navegador pronto a ser utilizado.

Assim o primeiro passo consiste em fazer o download do pacote. Deverá dirigir-se à página de download do pacote e fazer o download da versão apropriada para o seu sistema, para o Windows o Bundle vai na versão 1.3.26, deverá gravar o ficheiro do pacote para o disco (neste exemplo estou a usar o Windows XP, o processo é similar tanto para Linux como para MacOSX ou Windows 7).

Ficheiro com o Tor Browser Bundle

No segundo passo, deverá descomprimir o conteúdo do ficheiro para o disco ou para uma pen usb. Use uma pen se quiser usar a rede Tor noutros computadores sem deixar qualquer traço da sua navegação.

Para usar o sistema Tor basta dar duplo click em “Start Tor Browser”. Ser-lhe-ão apresentadas duas janelas. O painel de controlo do seu acesso à rede Tor:

Painel de Controlo

E uma instância do navegador Firefox, ligado à rede Tor.

Navegador Firefox ligado à rede Tor

Há algumas precauções que deve de ter quando usar este sistema:

  • Para não confundir os navegadores que está a utilizar, deve de, antes de aceder à rede Tor ter todos os navegadores desligados;
  • No Firefox deverá aparecer, a verde no canto inferior direito da janela, a mensagem: Tor activado;
  • No painel de controlo deve de ser mostrada a indicação Conectado à rede Tor;
  • A página inicial do Firefox não deve ser mudada, esta página vai por omissão para o serviço de verificação da rede Tor. A mensagem apresentada nesta página deverá ser a mostrada anteriormente;

Pode agora navegar e deixar mensagens na Web, anonimamente. É claro que se for deixar uma mensagem num blog e se se identificar com a sua conta no Gmail, todo o anonimato é perdido imediatamente. Já dentro da rede Tor deverá criar novas contas de mail ou ainda melhor, use serviços de mail anónimos, como o sendanonymousemail.net para envio de mails e o mailinator.com, para fazer a respectiva recepção, sem nunca criar contas permanentes. Outro método eficaz serão as caixas de comentários dos blogs, ou então a criação de um blog seu.

Há Aranhas portugueses? – Que, fundamentadamente, denunciem os desmandos das nossas muito corruptas e interligadas classes políticas e empresariais? Suspeito que quando o programa de governo, ditado pela Troika, começar a agredir verdadeiramente os portugueses, os Aranhas aparecerão!

Anúncios

3 thoughts on “Manual para Aranhas Truman Portugueses

  1. Bom, o melhor anonimato consiste na não emissão de informação 🙂

    Brincadeiras à parte, estas tecnologias dão um bom apoio a quem pretender ganhar alguma privacidade. Mas usando um ISP fica-se sempre com uma marca e, a partir dela, pode-se (com trabalho, é certo) seguir o rasto. Quanto a mim, quem quiser mesmo ficar anónimo, precisa ainda de ter uma forma anónima de aceder à Internet. Isto pode passar pelo uso de um telemóvel pré-pago (para não precisar de contrato) e que não envolva pagamentos electrónicos (há várias lojinhas onde se pode entregar dinheiro para nos fazerem um carregamento).

    • Bom, usando a rede Tor, o site ou serviço que utilizamos não tem forma de descobrir de onde estamos a ligar, nem sequer descobrir o ISP.

      Por outro lado, o ISP que estamos a usar não vai ter informação sobre as nossas ligações dado que a ligação desde a origem até ao último nó é encriptada.

      Hipoteticamente, se alguém conseguir comprometer os três nós normalmente utilizados numa ligação Tor poderá interceptar a informação, mas isso não é prático nem mesmo com muito esforço. É típico termos nós em continentes diferentes… E claro, podemos usar um canal encriptado dentro da rede Tor, o que irá baralhar ainda mais as coisas (por exemplo ligar ao gmail por https)…

  2. Pingback: Hoje dá na net: How governments have tried to block Tor | Aventar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s