Os bancos não são pessoas de bem: JPMorgam paga 9000 milhões para não ser processado

Os maiores bancos norte americanos têm pago avultadas multas devido ao seu comportamento predatório e inconsciente que ajudou a mergulhar o mundo na actual crise. As multas são grandes e parece que a justiça está a ser feita. No entanto não é bem assim, os montantes apesar de serem muito elevados não passam de trocos para estes bancos e, muito pior que isso, os crimes que foram perpetrados são escondidos, os bancos conservam por isso, até certo ponto, a sua aura de credibilidade e honra, onde não existe um átomo dessas qualidades. Além disso, as pessoas culpadas destes crimes safam-se sem um arranhão, muitas vezes recebem até bónus e, até os mais estúpidos entre eles, percebem que o crime compensa. Que incentivo têm para agir de outra forma? Quem faz uma aposta em como estes criminosos não vão reincidir? – Só um louco. Mas é exactamente o que as autoridades americanas e europeias têm feito e estão a fazer. Apostam que agora os banqueiros se vão comportar. Não admira que depois de seis anos de crise não haja luz ao fundo do túnel.

Matt Taibbi, da Rolling Stone, faz mais uma denúncia das práticas fraudulentas e mostra como foram varridas para debaixo do tapete, mostra como as próprias autoridades colaboram em toda esta fantochada. O padrão é conhecido

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s