1 thought on “A coerência de Paulo Portas

  1. O futuro deste tipo passa por Angola. Há uma coisa que me intriga na falta de reacções indignadas ao discurso deste personagem: o que ele quer dizer quando afirma que ‘não devemos judicializar a relação com Angola’? Que a Justiça não deve investigar os desmandos deles quando praticados em Portugal? É isso?!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s